PGmidia1

16 de fev de 2013

Passar algumas horas em pé ou caminhando é melhor do que fazer uma hora de exercício intenso


Ficar em pé ou caminhar por um longo período é mais eficaz para prevenir doenças como o diabetes do que fazer uma hora de exercício intenso por dia, ainda que as duas atividades queimem a mesma quantidade de calorias. A descoberta foi publicada no periódico PLoS ONE.
Os pesquisadores da Universidade de Maastricht, na Holanda, recrutaram 20 participantes (17 mulheres e 3 homens) com idade entre 19 e 24 anos e peso normal. Eles foram divididos em três grupos: no primeiro, os participantes tinham que ficar 14 horas sentados, sem fazer nenhum exercício; no segundo, tinham que ficar 13 horas sentados e pedalar intensamente por 1 hora; e no terceiro, passavam 6 horas sentados, 4 horas andando sem pressa e 2 horas em pé. Todos eles foram orientados para ter o mesmo tipo de dieta.
Depois da experiência, os cientistas acompanharam a sensibilidade de cada participante à insulina (hormônio essencial para o metabolismo do açúcar) e os níveis de lipídios (gordura) no sangue, fatores que ajudam a identificar doenças como diabetes e obesidade.
Os autores descobriram que, em relação a níveis de gordura e resistência à insulina, o grupo que se exercitou vigorosamente por uma hora se saiu melhor que o grupo sedentário, é claro. Mas os resultados foram melhores ainda para o grupo que passou longos períodos em pé ou fazendo caminhadas leves.
O estudo concluiu que uma hora de exercício vigoroso não compensa os efeitos negativos de passar o resto do dia sentado. Por isso, o ideal para a saúde é aumentar a quantidade de movimento ao longo do dia.

Fonte: Saudadefm

PGmidia